kuratiinjapan-remix

domingo, novembro 08, 2009

A crise ainda não acabou!

Faz tempo que não escrevo sobre crise.Muita gente que passou o início do ano desempregada,acabou arrumando emprego.Tá certo que muitos tiveram que deixar o orgulho de lado e aceitar o salário merrecas de 850 yenes a hora,mas pelo menos conseguiram trabalho.Comecei a trabalhar,e esqueci um pouco da crise.Achava até que já tinha passado,mas não,o desemprego ainda é grande e ainda existem muitos brasileiros passando necessidade.

Eu não julgo ninguém ,mas acho que tem hora que a insistência em permanecer no arquipélago se torna burrice,pois aqui ,a vida é movida a dinheiro e sem renda,as dívidas acumulam de tal forma que em dois meses,a costas já começam a pesar.Mas nem tudo é desgraça.Pra mulher tá chovendo emprego.São dezenas de anúncios nos sites e revistas,até mesmo pra quem não entende bulhufas de nihongo!

2 Comments:

  • Sinto pena das crianças que não tem culpa de terem pais tão incompetentes. Vai ser teimoso assim no brasil. Lá pelo menos tem o esmola-família para sustentar.
    []'s

    By Blogger Carlo, at 6:54 AM  

  • Na maioria desses casos que tomamos conhecimento são famílias com crianças. O custo de vida no Japão é muito alto e, neste caso, com 4 crianças, uma doente, é muito difícil. Mesmo ele trabalhando não devia ser muito fácil. E ainda,por falta de sorte, nem sequer teve direito ao seguro-desemprego No caso dele, nem o Brasil seria uma solução, pois ele não tem mais casa lá, sua vida passou a ser no Japão.
    Cair é fácil, levantar é muito mais difícil e os resquícios da crise ainda vão perdurar, mesmo porque ainda tem muita gente desempregada. Por experiência, sei que muitos estão desempregados porque não querem sair da cidade onde moram, outros porque não se sujeitam a baixos salários. Até a exigência do nihongo está diminuindo.
    Esta é a segunda grande crise que afeta dekasseguis e plagiando uma frase de Gandhi: reserve como se fosse viver uma crise amanhã!

    By Blogger Leh, at 9:06 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home