kuratiinjapan-remix

segunda-feira, agosto 23, 2010

E o senhor se foi!

Já estou chegando no meu sexto mês no atual emprego.É auto-peças,minha praia quando se trata de senzala.Não é trabalho pesado,e nem minucioso.Só precisa de atenção,um pouco de velocidade nas mãos,e vontade de trabalhar,para encarar o calor dos infernos ,e a monotonia que o trabalho se transforma após aprender o ofício.
Tinha completado dois meses de fábrica ,quando trouxeram esse senhor para trabalhar comigo.Ele tem 51 anos,e havia ficado quase um ano sem trabalhar por causa da crise.Demorou pro velho pegar as manhas do riscado,mas ele acabou aprendendo.Aprendeu,mas volta e meia como um menino mimado,desandava a reclamar.É o calor,é a correria,ninguém me avisa dos detalhes e por aí vai.Eu já veterano de outras senzalas,conheço bem o tipo.Só balançava a cabeça e fingia concordar.É o que se pode fazer para evitar uma conversa longa e desnecessária.
O maior defeito deste senhor é que ele tinha prazo de validade.Completadas 8 horas de trabalho,ele disparava pro vestiário,como se fosse tirar o pai da forca.O chefe sempre requisitava sua presença nas horas extras.Mas o velho nem aí,dizia que tinha compromisso.Repetiu essa conversa pelos 3 meses de contrato inicial que assinara,e hoje quando ansiava renovar o contrato,tomou conhecimento que a fábrica não mais o desejava.O motivo?Ah ele sabia,mas veio me questionar ,na esperança de que eu soubesse de algo sobre uma conspiração mirabolante que o mundo tramava contra ele,o trabalhador perfeito, que mais reclamava que trabalhava.Apontei pro nosso chefe ,e pedi que ele fosse lhe questionar.O velho agradeceu pela tolerância que tive com ele nesse pequeno período em que trabalhamos juntos ,fez que ia falar com o chefe,mas tomou o rumo do estacionamento.

Fiquei quase um mês ,ajudando esse senhor.Praticamente trabalhei pra ele.Passei raiva em muitos momentos, e estressava quando ele reclamava que o mundo não estava girando da maneira correta.E amanhã começa tudo de novo.Terei que ensinar tudo desde o princípio.Só gostaria de ter a esperança de que eles pudessem contratar uma mulher para esse serviço.Seria mais gratificante trabalhar ao lado de alguém que tenha um odor agradável.

4 Comments:

  • com essa idade e ele ainda nao sabe o esquema que eh aqui no japao?
    a gente eh escravo do trabalho,os chefes vem perguntar se a gente pode fazer extra,mais a unica resposta que eles querem eh que queremos.
    Nunca me neguei a fazer extra,principalmente pq nessa gangorra,a gente nunca sabe quando tera ou nao,entao se tem,nao custa fazer,se eh ruim de um lado,eh bom para o bolso,ahhaha...sem falar que enquanto ele nao quer tem 10 na fila querendo,
    abracao.

    By Blogger andreia inoue, at 7:14 AM  

  • Apaentemente a crise esta voltando....
    Ingenuidade de quem esta trabalhando achar q alguem nesse japao tem emprego estavel..
    Crise veio justamente pra se questionar isso.
    Vamos dar valor para o q temos.
    Aos homens principalmente, emprego em geral ficou muito mais encontravel para mulheres pq ganham menos.

    By Blogger Arwin, at 5:50 PM  

  • Ah tadinho Kurati,nos tempos de hoje esta bem dificil arranjar emprego na idade desse senhor,mesmo ele sendo chato e reclamao da dozinha de imaginar que ele vai comecar a ligar de novo pra empreiteiras procurando emprego e ouvindo mil "Naos".
    E fico torcendo para seu proximo "companheiro" ser limpinho e cheirosinho,depois nos conte.Beijos

    By Blogger Mel, at 3:54 AM  

  • Esta é a sua provação, homi!
    Aguenta firme ai!

    By Anonymous sua tia, at 5:42 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home