kuratiinjapan-remix

quinta-feira, outubro 21, 2010

Mundialito da marginal sem número!


O suposto campeonato mundial conquistado pelo Corinthians em 2000,é um título que só os corinthianos consideram.Pro resto do Brasil,o campeonato mundial de 2000 foi um mundialito,sem importância.Marcelinho carioca já havia desmerecido o título ,e agora Roberto Carlos confirma ,que o time do Real Madrid na época,veio pro Brasil pra se divertir,e não estavam nem aí pro torneio ,até então desconhecido ,e que se tornou oficial ,apenas em 2005:

Para Roberto Carlos, Mundial conquistado pelo Corinthians em 2000 foi "Mundialito"

O lateral esquerdo Roberto Carlos concedeu polêmica declaração nesta quinta-feira sobre o mais importante título da história do Corinthians. Segundo ele, o Mundial da Fifa de 2000, conquistado pelo clube sobre o Vasco, após enfrentar o seu então Real Madrid, teria sido um "Mundialito".

Diego Santos-15.out.2000/Folhapress

Roberto Carlos atualmente é um dos ídolos do alvinegro

"Era um Mundialito. Mas, sinceramente, muitos jogadores do nosso time ficavam acordados até às 5h, 6h. O pessoal não dormiu, muitos vieram aqui a passeio", disse o corintiano. "Além do mais, os times europeus enfrentaram um calor enorme. O pessoal do Manchester United, então, lá no Rio, ficava só na piscina", brincou.

A afirmação aconteceu durante a gravação do programa Bola da Vez, da "ESPN Brasil", que vai ao ar no próximo sábado, às 23h, quando o pentacampeão mundial foi perguntado sobre a importância dada pelos espanhóis, na época, ao torneio.

Em seu 1º dia no Corinthians, Tite foge de temas polêmicos
Diretor do Corinthians defende manifestações de torcedores no CT
Kleber diz que pressão de vencer o clássico é do Corinthians
Valdivia comemora retorno e diz que joga clássico "até manco"
Diego Santos-15.jan.2000/Folhapress

Em 2000, enfrentou o Corinthians defendendo o Real Madrid

Roberto Carlos também falou sobre a passagem do técnico brasileiro Vanderlei Luxemburgo pelo Real Madrid, em 2005. De acordo com o jogador, o comandante enfrentou problemas por tentar impor um estilo de trabalho ao qual os europeus não estão acostumados.

"Ele foi bem recebido por todo mundo. Mas a maneira de treinamento lá da Europa é diferente da do Brasil. A gente procurou passar um pouco disso para o Vanderlei, mas era difícil, naquela época, chegar e mudar tudo de repente", afirmou.

O lateral ainda se derramou em elogios ao francês Zinedine Zidane, com quem atuou em Madri. "Ele era um fenômeno. O melhor jogador que eu vi em todos os tempos", disse. "O Ronaldo é aquela coisa de explosão, um fenômeno também, sem dúvida. Mas o Zidane é um caso à parte. Jogar ao lado dele foi uma coisa de louco. O torcedor chegava mais cedo ao Santiago Bernabeu só para vê-lo aquecer. Eu nunca vi isso na minha vida".

3 Comments:

  • A história dos campeonatos mundiais (O caso Corinthians)

    No início de 1999, a Hicks Muse Tate & Furst (HMTF) anunciou um contrato de parceria com o Corinthians, campeão brasileiro do ano anterior. Meses depois, adquiriu 49% da empresa Traffic, que era de total propriedade de J. Háwilla, considerado um “rei” entre os empresários do futebol.
    Háwilla continuou no comando da Traffic e, naquela época, sua empresa tinha uma boa relação comercial com a FIFA. Aproveitando todo este cenário favorável, a HMTF, que também era dona do canal esportivo PSN, decidiu elaborar um torneio internacional, a fim de promover a marca Corinthians no cenário mundial. Atendendo aos interesses de seus parceiros e visando lucros, a FIFA acabou aceitando a idéia de realizar tal competição no Brasil. Como não poderia deixar de ser, a Traffic foi a principal detentora dos direitos de exibição do chamado Campeonato Mundial de Clubes de 2000.
    O Corinthians, conforme citado anteriormente, só participou do torneio porque os organizadores do mesmo eram seus parceiros. A divulgação da realização deste campeonato aconteceu em junho de 1999, obviamente depois que o Timão tinha garantido o título nacional do ano anterior, mas antes do Campeonato Brasileiro da temporada corrente começar, ou seja, o Corinthians tinha presença garantida na competição mesmo que fosse rebaixado para a segunda divisão nacional.
    O “argumento” usado pelos organizadores na época é que o Timão entraria por ser o campeão do país-sede. Mas como isso seria possível se o Campeonato Brasileiro de 1999 ainda não havia começado e em 1998 ninguém cogitava a realização de uma competição deste tipo no Brasil?
    A “desculpa” usada na época era de que "não haveria tempo” para outro clube se preparar para o torneio, já que o campeonato nacional terminaria em dezembro. Por coincidência ou ironia do destino, o Timão, que tinha um dos melhores times do Brasil na época, caminhou até a final do Campeonato Brasileiro de 1999 e sagrou-se bicampeão, ao derrotar o Atlético Mineiro. Porém, conforme citado anteriormente, em nenhum momento houve uma disputa pela vaga destinada ao campeão do país-sede no torneio, já que o Corinthians estava garantido desde a divulgação da sua realização.
    Resumidamente, o Corinthians recebeu um "convite de aceitação obrigatória" para participar de uma competição internacional, idealizada por seus parceiros, que "justificariam" sua inclusão na disputa pelo fato de ter sido o campeão nacional do país-sede do ano retrasado (1998). Vale destacar ainda que, por conta da falta de espaço no calendário dos clubes, o torneio foi disputado nos primeiros dias do ano 2000, em pleno verão brasileiro. Neste período, a maioria das equipes profissionais - inclusive as convidadas - estava em férias.
    Além disso, se a competição tivesse como objetivo dar ao seu vencedor o título de campeão do mundo – o que obviamente não era o caso –, não teríamos apenas a indicação do Corinthians como indevida. Além dele, o All Nasr, o Real Madrid e o Vasco da Gama “caíram de pára-quedas” no torneio.
    Para se ter uma idéia, o All Nasr, da Arábia Saudita, foi convidado por ter sido campeão de uma espécie de Recopa Asiática de 1998, sendo que o campeão continental de 1999 era o Júbilo Iwata, que também era o atual campeão da mesma recopa que "garantiu" o convite ao clube árabe.
    O espanhol Real Madrid foi convidado por ter sido campeão mundial interclubes do ano retrasado (1998), através da Taça Intercontinental, que já tinha um novo campeão em 1999 e que continuou sendo a principal disputa internacional de clubes até 2004. (continua...)

    FONTE: http://www.rankingdeclubes.com.br/historia_mundiais.htm

    By Anonymous Anônimo, at 9:25 AM  

  • Pelo que pude ver, este texto é baseado em muitas provas

    Quem é o americano que, sem sequer conhecer o Corinthians, comprou o time.
    http://veja.abril.com.br/290999/p_104.html

    Por que o futebol está atraindo tanto dinheiro
    http://exame.abril.com.br/revista-exame/edicoes/0692/noticias/bola-s-a-m0052999

    Por que Corinthians e Vasco no mundial?
    http://www.orkut.com.br/CommMsgs?cmm=49067593&tid=5683254511675582972&start=1

    By Anonymous Anônimo, at 4:41 AM  

  • Juca Kfouri, sobre o mundial de 2000 (20 de junho de 1999):

    http://www.orkut.com.br/Main#CommMsgs?cmm=49067593&tid=5683254511675582972&start=1

    By Anonymous Anônimo, at 6:11 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home